Blog de Notícias de ITAMARI


Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades






Lula, o Macunaíma, tirando o corpo fora do Petrolão e da demissão da Graça Foster

A MP 656 estendeu a Caoa Hyundai e a Mitsubishi benefícios fiscais concedidos à Ford, para se instalar na Bahia, e à Fiat, em Pernambuco. A Caoa Hyunday e a Mitsubishi são velhos clientes no ramo: só este ano, duas MPs (627 e 651) estabeleceram ...

Reaproximação de EUA e Cuba elimina sinal da Guerra Fria, diz governo brasileiro

O anúncio da reaproximaçã ;o entre os dois países foi feito ontem (17) pelos presidentes Raúl Castro, de Cuba, e Ba.. União Europeia diz que novo muro começa a cair com reaproximaçã ;o entre EUA e Cuba A União Europeia (UE) parabenizou os presidentes ...

Últimas notícias de ITAMARI BA:


Gilberto Carvalho diz que PT e movimentos sociais organizam caravanas para posse de Dilma JF da 3ª Vara determina que Estado forneça medicamento a paciente com câncer, mas TRF1 suspende prisão de secretário de Saúde da Bahia O juiz federal convocado Márcio Barbosa Maia concedeu resultado suspensivo a recurso, a fim de evitar que o ...
Tio de brasileiro morto na Austrália considera decisão da Justiça "uma piada" O tio e tutor de Curi, João Eduardo Laudisio, disse que considera a decisão “uma piada, um desastre”, e informou que a família enviou um comunicado ao Itamaraty e ao governo Australiano.

O número de mortos em acidentes de trânsito no país cresceu 38,3% no período de 2002 a 2012, de acordo com dados do Mapa da Violência 2014.

Mapa da Violência 2014Brasil registrou em 2012 o maior número absoluto de assassinatos e a taxa mais alta de homicídios desde 1980. Nada menos do que 56.337 pessoas foram mortas naquele ano, num acréscimo de 7,9% frente a 2011. A taxa de homicídios, que leva em conta o crescimento da população, também aumentou 7%, totalizando 29 vítimas fatais para cada 100 mil habitantes. É o que revela a mais nova versão do Mapa da Violência, que será lançada nas próximas semanas com dados que vão até 2012.

 

O levantamento é baseado no Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, que tem como fonte os atestados de óbito emitidos em todo o país. O autor do mapa, o sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, diz que o sistema do Ministério da Saúde foi criado em 1979 e que produz dados confiáveis desde 1980. As estatísticas referentes a homicídios em 2012, portanto, são recordes dentro da série histórica do SIM.

 

Trânsito

 

Já o número de mortos em acidentes de trânsito no país cresceu 38,3% no período de 2002 a 2012, de acordo com dados do Mapa.

 

Considerando o aumento populacional no período, o crescimento foi de 24,5%.

 

O crescimento das mortes por acidentes de transporte no país em 2012 frente a 2011 foi de 2,5%. A taxa vem crescendo gradativamente desde o ano 2000.

 

Os Estados de Paraíba, Pará, Maranhão e Rondônia tiveram crescimento superior a 10% em 2012, enquanto que Amapá e Distrito Federal conseguiram reduzir suas taxas em 18% e 13%, respectivamente.

 

Roraima tem a maior taxa de mortes no trânsito por 100 mil habitantes: 42,4, frente 23,7 da média nacional. O Amazonas possui o menor índice, com 14,2.

 

Veja a prévia do Mapa da Violência 2014, clique aqui.

[4]