Blog de Notícias de NILO PECANHA








Vendo Apartamento 01 Dormitorio, suíte, 57 m2 + Box na Avenida Nilo Pecanha meia quadra do Shopping Iguatemi

Carlos Lucas Filho: Preço de ocasião: R$ 399.000 – Vendo na Nilo Pecanha Apartamento 01 Dormitorio 57 m2 + BOX – Pertinho do Shopping Iguatemi – Porto Alegre Publicado originalmente em Carlos Lucas …

Familiares protestam após enterro de jovem morto pela PM

O grupo saiu do Cemitério Quinta dos Lázaros, onde aconteceu o enterro, e seguiu pela Via Expressa até a Avenida Nilo Peçanha, na Calçada. A manifestaçã o dificultou o tráfego na região, mas já foi encerrada. De acordo com a Superintendência de ...

COLISÃO NA NILO PEÇANHA ENTRE TÁXI E KOMBI, DEIXA UMA PESSOA FERIDA

(Fotos: Ralph Braz)Na tarde deste domingo(22), uma Kombi saindo de um posto de combustíveis, na avenida 28 de março, colidiu com um táxi, que seguia pela pista da Avenida Nilo Peçanha. Na colisão a pa…

Familiares e amigos encerram protesto por morte de jovem no periodo de ação da PM

De acordo com a Transalvador (Superintendência de Trânsito de Salvador), os manifestantes se deslocaram do cemitério em Baixa de Quintas e encerraram a passeata, na avenida Nilo Peçanha, na Calçada. Ainda conforme o órgão de trânsito, o trânsito ...

19/2 - DOIS Famosos Que Partiram

Famosos Que Partiram Epitácio PessoaPosted: 19 Feb 2015 07:45 AM PSTEPITÁCIO LINDOLFO DA SILVA PESSOA(76 anos)Jurista, Político e Presidente do Brasil * Umbuzeiro, PB (23/05/1865)+ Petrópolis, RJ (13…

'Nunca pegou em arma', diz pai sobre jovem morto após ação de policiais

Por conta da morte, um grupo de manifestantes tocou fogo em um ônibus na Rua Nilo Peçanha, na Calçada, na tarde de segunda-feira (2).

Ih, é Sexta e é Carnaval e olha os blocos de hoje

Vamos lá a cariocada tá assim 35% Cara, 40% Caramba e 25% Cara Caraô! Afinal é Sexta, é Carnaval e, DIOS MIO, tá com muito bloquinho pela rua. Tem, por exemplo, às 15h em Santa Teresa o crásssico Carm…

Últimas notícias de NILO PECANHA BA:


'Nunca pegou em arma', diz pai sobre jovem morto após ação de policiais Por conta da morte, um grupo de manifestantes tocou fogo em um ônibus na Rua Nilo Peçanha, na Calçada, na tarde de segunda-feira (2).

Ônibus é queimado durante manifestação no bairro Calçada, em Salvador Segundo informou a PM, a ação da polícia aconteceu na divisória entre a avenida Nilo Peçanha, na Calçada, e o bairro da Liberdade.

NILO PECANHA BA tspan:3m NILO PECANHA BA


Manifestantes acusam PM de simular troca de tiros e colocar droga e arma em adolescente A morte de um jovem de 17 anos, após levar um tiro de um policial militar, levou moradores da localidade do Alto do Bom Gosto, na Calçada, a incendiar um ônibus, na tarde de ontem, e interromper o trânsito na Rua Nilo Peçanha, uma das principais vias ...

Protesto contra morte de adolescente deixa ônibus incendiado na Bahia Manifestantes incendiaram um ônibus na Rua Nilo Peçanha, bairro da Calçada, em Salvador, por volta das 16h40 desta segunda-feira (2). O protesto é por causa da morte de um jovem de 17 anos, morador de uma comunidade do bairro. Familiares acusam ...

Moradores incendeiam ônibus durante protesto contra morte de jovem em Salvador O caso ocorreu por volta das 16h35. De acordo com informações da 16ª CIPM (Companhia Independente da Polícia), moradores da região realizaram um protesto, na rua Nilo Peçanha, contra uma ação da Rondesp (Rondas Especiais) que resultou na morte de ...

Ônibus é queimado no periodo de manifestação na Cidade Baixa De acordo com a Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador), o protesto teve início por volta das 16h30, na avenida Nilo Peçanha, em frente ao supermercado Centro Sul. (Foto: Juarez Soares) Os manifestantes atearam fogo a um ...

Manifestantes ateiam fogo em ônibus na Calçada Manifestantes atearam fogo em um ônibus no final da tarde desta segunda-feira, 2, na rua Nilo Peçanha, próximo ao Mercado Centro Sul, no bairro da Calçada. O protesto foi por causa da morte de Emerson Souza da Silva, de 17 anos, morador de uma ...





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Casos de câncer vão aumentar em NILO PECANHA ???

O câncer é um conjunto de doenças que se desenvolvem de maneira desordenada no organismo, causa tumores nos órgãos do corpo e pode levar a morte.

No Brasil, a estimativa para o ano de 2015 é de aproximadamente 576 mil casos novos de câncer em homens e mulheres.

Para controlar a doença, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamentos como cirurgias, quimioterapia e radioterapia para a população.

A dona de casa Lúcia Soutelinho, por exemplo, fez tratamento na rede pública de saúde. Ela descobriu que tinha câncer de pulmão e foi encaminhada para o Instituto Nacional de Câncer (INCA ), vinculado ao SUS.

Lúcia conta que se sente muito bem depois do tratamento da doença. "O tratamento dado ali dentro do hospital é um carinho tão grande que a gente até esquece o tratamento, é o que nos dá força, porque o tratamento ali é triste, mas o carinho que a gente recebe é muito grande e isso nos fortalece muito."

A coordenadora geral de Atenção às Pessoas com Doenças Crônicas, Patrícia Chueiri, explica como acontece o procedimento desde o diagnóstico até o tratamento da doença. "O paciente que tem uma hipótese diagnóstica de câncer ele entra no Sistema Único de Saúde por duas portas de entradas. A mais comum é através de uma Unidade Básica de Saúde dependendo dos sinais ou do exame que ele fizer. Passa por um serviço ambulatorial especializado para confirmar esse diagnóstico ou ele vai direto para um hospital especializado na área da oncologia e lá ele tem acesso então ao tratamento cirúrgico, quimioterápico, radioterápico e cuidados paliativos."

Para orientar a população sobre prevenção e tratamento do câncer, o SUS oferece assistência para todos os tratamentos da doença em mais de 280 unidades hospitalares em todo o País. [32]




Atenção NILO PECANHA: notícia importante sobre juros do Minha Casa Minha Vida

A Caixa Econômica Federal não vai alterar os juros dos financiamentos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) nem dos empréstimos feitos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), informou o diretor de Habitação do banco, Teotonio Costa Rezende.

“Na habitação social, que é o foco do governo, não mudou nada”, garantiu o diretor de Habitação.

Na prática, os mutuários com renda familiar de até R$ 5.400 não sofrerão impactos nos seus financiamentos, pois os juros serão mantidos na faixa dos 4,5% ao ano a 7,16% anuais.

O diretor lembrou que, mesmo com o MCMV 3 ainda aguardando sinal verde para início, novas 350 mil unidades habitacionais no primeiro semestre de 2015 manterão o ritmo do programa. Elas fazem parte das 3 milhões de unidades previstas. “Não haverá descontinuidade enquanto não inicia a Fase 3 do Programa Minha Casa Minha Vida”, completou Teotonio Rezende.

Pequenas e médias construtoras

Na avaliação do diretor de Habitação, o Minha Casa Minha Vida deverá ser impulsionado ainda mais a partir deste ano, com a entrada de pequenas e médias incorporadoras na produção das unidades, para o governo cumprir com a fase 3 do programa.

“A médio prazo, o aumento da oferta de imóveis irá reduzir a velocidade de correção dos preços das unidades habitacionais. Haverá também maior oferta de moradias nas cidades de menor porte, onde as grandes construtoras não têm interesse de produzir”, explica Rezende.

A pesquisa “Quesitos Especiais da Sondagem da Construção”, realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em dezembro de 2014, identificou confiança dos empresários na continuidade do Minha Casa Minha Vida.

Conforme a pesquisa, dos 698 empresários da construção entrevistados, 29% estavam envolvido nos projetos do programa habitacional de baixa renda.

Destes grupos empresariais, 51% apostaram em melhoria no volume de obras habitacionais ao longo deste ano e 46,5% previram estabilidade nos negócios. Em relação à mão de obra empregada, 81,4% dos empresários previram estabilidade e 18,6% no aumento na contratação dos trabalhadores.

Fonte:
Agência Caixa de Notícias

[4]



Familiares protestam após enterro de jovem morto pela PM


O grupo saiu do Cemitério Quinta dos Lázaros, onde aconteceu o enterro, e seguiu pela Via Expressa até a Avenida Nilo Peçanha, na Calçada. A manifestaçã o dificultou o tráfego na região, mas já foi encerrada. De acordo com a Superintendência de ...



Familiares e amigos encerram protesto por morte de jovem no periodo de ação da PM


De acordo com a Transalvador (Superintendência de Trânsito de Salvador), os manifestantes se deslocaram do cemitério em Baixa de Quintas e encerraram a passeata, na avenida Nilo Peçanha, na Calçada. Ainda conforme o órgão de trânsito, o trânsito ...
'Nunca pegou em arma', diz pai sobre jovem morto após ação de policiais Por conta da morte, um grupo de manifestantes tocou fogo em um ônibus na Rua Nilo Peçanha, na Calçada, na tarde de segunda-feira (2).
Ônibus é queimado durante manifestação no bairro Calçada, em Salvador Segundo informou a PM, a ação da polícia aconteceu na divisória entre a avenida Nilo Peçanha, na Calçada, e o bairro da Liberdade.
Manifestantes acusam PM de simular troca de tiros e colocar droga e arma em adolescente A morte de um jovem de 17 anos, após levar um tiro de um policial militar, levou moradores da localidade do Alto do Bom Gosto, na Calçada, a incendiar um ônibus, na tarde de ontem, e interromper o trânsito na Rua Nilo Peçanha, uma das principais vias ...
Protesto contra morte de adolescente deixa ônibus incendiado na Bahia Manifestantes incendiaram um ônibus na Rua Nilo Peçanha, bairro da Calçada, em Salvador, por volta das 16h40 desta segunda-feira (2). O protesto é por causa da morte de um jovem de 17 anos, morador de uma comunidade do bairro. Familiares acusam ...

Trabalho em NILO PECANHA. Como fica o meu plano de saúde se for demitido?

Permanecer com o plano de saúde oferecido pela empresa após ser demitido, ainda que tenha que pagar por ele, pode representar um benefício significativo, principalmente considerando o fato de que firmar um contrato de plano de saúde individual tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil. Muitas operadoras colocam empecilhos para quem procura um plano apenas para si.

O artigo 30 da lei número 9656/98, que rege o assunto, prevê que no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, “é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma seu pagamento integral”, diz um trecho da lei.

Mas, para que o ex-funcionário possa manter este benefício, ele precisa ter contribuído, total ou parcialmente, com o plano de saúde empresarial, explica a advogada Camila de Oliveira Santos, do escritório Maluf e Moreno Advogados Associados. “O empregado deve informar o interesse de permanecer com o plano, no prazo máximo de 30 dias após a formalização da dispensa”, diz Camila. E cabe à empregadora comunicar ao trabalhador a existência dessa possibilidade.

Em relação ao período de permanência após a rescisão do contrato, a lei obriga as empresas a manter os ex-funcionários por um prazo de até dois anos. O tempo de permanência previsto na legislação é equivalente a um terço do período que o funcionário permaneceu na organização. “Entretanto, existe um prazo mínimo (que é de seis meses) e máximo (24 meses) de permanência”, sinaliza Camila. Logo, mesmo o trabalhador que tiver ficado pouco tempo na organização terá direito a no mínimo meio ano de cobertura. Contudo, o benefício cessa caso o trabalhador obtenha novo emprego que lhe forneça outro plano de saúde.

Camila explica ainda que a lei também se aplica a quem se aposenta. Nesses casos, quem possui um plano de saúde por um período igual ou superior a dez anos tem direito a permanecer com o benefício nos mesmos moldes por prazo indeterminado, desde que assuma o pagamento integral do plano. Já quem está no plano há menos de dez anos pode estender o benefício pelo prazo equivalente ao que permaneceu nele.

Impactos para as empresas

Ainda que as organizações não sejam obrigadas a custear qualquer valor para o ex-funcionário que escolhe a extensão do benefício, , essa opção pode ter reflexos no valor do contrato que as empresas mantêm com as operadoras de planos de saúde empresarial. Isso porque esses contratos, geralmente, possuem cláusula de sinistralidade, ou seja, o contrato prevê uma margem de utilização. “Por mais que o ex-funcionário passe a pagar pelo plano, ele continua a integrar a apólice da empresa, o que pode contribuir para que a margem de utilização seja ultrapassada”, explica Camila. Segundo ela, no momento de renovar o contrato, as operadoras costumam reajustar o valor em até 100% por causa da cota excedida.

A desvantagem iminente tem feito algumas empresas estudarem formas de efetuar mudanças nos desenhos de seus planos, a fim de evitar a obrigatoriedade de estendê-los para seus ex-empregados. É o que mostra um estudo feito pela consultoria Watson Wyatt, com cerca de 170 empresas de diferentes portes e segmentos.

Segundo a pesquisa, mais de 60% das empresas estão condicionadas à lei. Desse total, 13% afirmam já ter tomado providências para não precisarem mais beneficiar quem não integra seu quadro. Elas alegam que o custo criado pelos inativos não é corretamente avaliado para fins contábeis, especialmente quando ele está na mesma apólice dos ativos, o que ocorre em 76% dos casos.

Além dos impactos na sinistralidade do contrato, essa situação pode implicar em subsídio indireto da empresa e dos empregados ativos, uma vez que a tendência é que os participantes de idade mais avançada criem despesas mais elevadas. Dentre as pesquisadas, 29% já precisaram assumir parte dos custos do plano médico dos inativos e pelo menos 5% sofreram ações judiciais por conta dos valores cobrados, uma vez que estes números costumam ser superiores aos debitados do trabalhador enquanto estava na empresa.

Fonte: www.canalrh.com.br - Por: Leandro Fernandes

www.senado.gov.br/senado/portaldoservidor/jornal/jornal92/economia_plano_saude.aspx [0]


Não conseguiu receber do INSS em NILO PECANHA ? Veja como proceder.

O segurado que tem o seu pedido de benefício negado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e não concorda com a decisão, pode entrar com recurso administrativo na mesma Agência da Previdência Social (APS) onde o pedido foi feito.

O processo será encaminhado à Junta de Recurso do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS). O prazo para dar entrada é de 30 dias, contados a partir do momento em que o segurado fica sabendo da decisão.

Para solicitar o Recurso de Benefício Previdenciário é necessário agendar o atendimento, pela Central 135 ou pelo portal da Previdência. No dia do atendimento, o segurado deve levar preenchido um formulário específico, que pode ser acessado aqui.

O andamento do recurso poderá ser acompanhado pela internet. O segurado terá acesso às decisões das Câmaras e Juntas de recursos no link

Auxílio-Doença

No caso do pedido de auxílio-doença e outros benefícios por incapacidade, antes de entrar com o recurso, o segurado pode fazer o Pedido de Reconsideração (PR) – serviço que permite solicitar uma nova avaliação médica, que poderá ser feita por qualquer perito médico do INSS.

O pedido deve ser feito em até 30 dias após o segurado tomar ciência da conclusão contrária da perícia inicial ou da cessação do benefício. É permitido apenas um Pedido de Reconsideração para cada indeferimento. O PR pode ser feito em nosso portal, pelo link.

E-Recursos

Desde julho do ano passado, todas as APS estão trabalhando apenas com o recurso eletrônico (e-Recursos). O sistema reduz o tempo de tramitação e facilita o acesso e a distribuição dos processos.

“Isso encurta muito o tempo de julgamento. Posso dizer que hoje o processo é julgado em um terço do tempo que levava antes do e-Recursos”, diz o presidente do CRPS, Carlos Alexandre Mendonça.

O sistema eletrônico também permite ao segurado acompanhar as etapas processuais por um aplicativo para smartphones e tablets com sistema Android (a partir da versão 2.3.3) ou IOS (na Apple Store). É possível, inclusive, configurar o aplicativo para receber notificações do andamento dos processos de interesse.

Fonte:
Ministério da Previdência Social

[1]

*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de NILO PECANHA BA. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, NILO PECANHA BA, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora há Pouco, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.