Blog de Notícias de SERRA DO RAMALHO








São Paulo bate San Lorenzo aos 44 e sai do sufoco na Libertadores

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE …

Médicos estrangeiros melhoram a vida de pequenas localidades pelo Brasil

Acompanhamos a recepção em 2013 e o dia a dia de trabalho um ano e meio depois. Em Serra do Ramalho, na Bahia, a prefeitura não economizou na propaganda quando os três primeiros médicos chegaram. Hoje são oito. Os médicos do programa recebem uma ...

Kart: Guilherme Peixoto teve complicadores no SKB e foco agora é no Light e na decisão do FWT

Divulgação Guilherme Peixoto Alta | Web Kart: Guilherme Peixoto teve problemas no SKB e foco agora é no Light e na decisão d…

Profissão Repórter mostra a rotina dos médicos estrangeiros no país

Já o repórter Victor Ferreira esteve em Serra do Ramalho, na Bahia, onde hoje trabalham oito médicos cubanos. A mortalidade infantil caiu 56% desde a vinda dos profissionais, mas ainda há complicadores como a falta de medicamentos. WalmartNotebook ...

SERRA TALHADA

   Serra Talhada mostra incômodo com assédio do Santa a jogadores, mas garante atletas na partidaPresidente do clube sertanejo promete até representaçã ;o contra os corais na FPF Dois jogadores do Ser…

Profissão Repórter encontra médicos estrangeiros que trabalham no Brasil

O repórter Victor Ferreira esteve em Serra do Ramalho, na Bahia, onde hoje trabalham oito médicos cubanos. A mortalidade infantil caiu 56% desde a vinda dos médicos, mas ainda há complicadores. A população reclama da falta de medicamentos. Este ano ...

Vereador é alvejado com vários tiros em Serra Talhada-PE

O vereador Cícero Fernando (PRP) foi baleado no começo da tarde desta quinta-feira (12), em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, o caso acon…

TCE multa 14 prefeitos, 11 dos quais do Vale do Piancó, por descumprirem Lei da Transparência; veja a lista

Catorze municípios da Paraíba foram multados, nesta terça-feira (10), pela 1ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado por descumprirem as exigências da Lei de Acesso à Informação, no que tange à dispon…

Cinquenta cidades da Bahia ficam sem luz por problema em subestação

Cinquenta municípios do Oeste da Bahia e na região da Chapada Diamantina ficaram sem luz por conta de um defeito na subestação de transmissão de energia “Bom Jesus da Lapa 2”. De acordo com o Correio,…

Últimas notícias de SERRA DO RAMALHO BA:


Profissão Repórter encontra médicos estrangeiros que trabalham no Brasil O repórter Victor Ferreira esteve em Serra do Ramalho, na Bahia, onde hoje trabalham oito médicos cubanos. A mortalidade infantil caiu 56% desde a vinda dos médicos, mas ainda há complicadores. A população reclama da falta de medicamentos. Este ano ...

São Paulo derrota o Marília por 3 a 0 e reconhece que poderia ter feito mais Diante do Marília, o pior time do Campeonato Paulista ... e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho. MARÍLIA - Rodrigo; Gil Bahia (Rafael), Tiago Gomes, Marcus Vinícius (Tiago Elias) e Deca; Juninho Ortega, Boquita, Gilberto (Gadelha) e Vitor Cruz ...

SERRA DO RAMALHO BA tspan:3m SERRA DO RAMALHO BA


'Dia Mundial da Água': A importância desse recurso escasso. Na Bahia foram alcançadas com as ações localidades de Malhada, Paratinga, Serra do Ramalho, Sítio do Mato, Bom Jesus da Lapa, Abaré, Curaçá, Glória e Juazeiro. Em Minas Gerais os benefícios chegaram a Morada Nova, Iguatama, Luz e Japaraíba.

Falta de remédio em Serra do Ramalho é destaque no Profissão Repórter da Rede Globo Na noite da última terça-feira, 31 de março, o programa Profissão Repórter da Rede Globo, retornou ao município de Serra do Ramalho no Oeste da Bahia, um ano e meio após a vinda dos primeiros médico…

Santo André encara Goiás por vaga na segunda etapa da Copa do Brasil Dando pausa na Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista, onde está com dificuldades para entrar no G-4, o Santo André volta atenção para a disputa da Copa do Brasil neste meio de semana. Apó…

Nuno Matos e Filipe Serra terminam Baja TT Rota do Douro em segundo Pódio com sabor a vitória no arranque do campeonato Nuno Matos e Filipe Serra entraram com o pé direito no Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2015. A formação alentejana disputou a Baja TT Rota do…

Pernambucano em 2 linhas – 9ª/2015 A última rodada será daqui a duas semanas, mas já existem algumas certezas sobre o futuro do Pernambucano de 2015. Uma das semifinais será entre Santa e Central, restando na 10ª rodada a decisão sobre…





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Olho Vivo com a corrupção em SERRA DO RAMALHO

O programa Olho Vivo no Dinheiro Público existe desde setembro de 2003 e foi criado por meio de parceria entre a Controladoria-Geral da União (CGU) e a organização não-governamental (ONG) Avante - Qualidade, Educação e Vida. Em princípio, o nome era Projeto de Mobilização e Capacitação de Agentes Públicos, Conselheiros Municipais e Lideranças Locais e visava orientar os agentes públicos municipais sobre práticas de transparência na gestão, a responsabilização e a necessidade do cumprimento dos dispositivos legais, bem como contribuir para o desenvolvimento e o estímulo do controle social.

A ampliação, o fortalecimento e a instrumentação do controle social são prioridades do Olho Vivo. Sua realização pode ocorrer de modo espontâneo, individualmente, no interior das associações civis e organizações não governamentais, ou por meio dos conselhos de políticas públicas instituídos por lei. Ações de estímulo ao controle social podem incrementar o trabalho dessas instituições, melhorando seus resultados.

Em sua fase atual, o programa Olho Vivo no Dinheiro Público está voltado principalmente para a capacitação dos cidadãos para o exercício do controle social dos recursos públicos, com atividades presenciais e a distância, incluindo instrução teórica e aulas práticas in loco nas áreas de saúde, educação e assistência social. Faz parte também do Olho Vivo no Dinheiro Público a criação e distribuição de questionários, cartilhas e manuais com informações sobre o exercício do controle social, inclusive abordando programas de governo específicos, como o Bolsa Família. [18]




Orientação para quem sofre de dores de garganta em SERRA DO RAMALHO

A amigdalite, doença inflamatória que pode ser causada por vírus e bactéria, atinge a região da amígdala e garganta, ocasionando placas de pus.

O problema aparece com frequência na infância e juventude, sendo o inchaço, dor e vermelhidão dos gânglios do pescoço, febre e mau hálito os sintomas mais comuns.

O tratamento deve ser indicado por profissional de saúde, após avaliar o paciente. Em casos de inflamação causada por vírus, que atinge amígdalas e faringe, a indicação medicamentosa é de antiinflamatórios não hormonais. Na amigdalite bacteriana é necessário o uso de antibióticos, que devem ser utilizados durante período indicado pelo médico, além de medicações de suporte, como dipirona e paracetamol, para controle de dor e febre.

Quando o paciente que não segue corretamente as indicações médicas se automedica ou suspende o tratamento antes do tempo determinado, no caso de amidalite bacteriana, corre risco de ter quadro agravado para febre reumática. Esta é uma doença inflamatória autoimune, e nefrite, nome dado à inflamação nos rins, porque a bactéria não foi totalmente eliminada e pode se alojar em outras partes do corpo.

“Quando o paciente não realiza o tratamento da amigdalite de forma correta e apresenta quadro de recidiva, doenças autoimunes podem eventualmente ter sua frequência aumentada. A febre reumática é uma das mais comuns, embora atualmente com melhor acesso ao sistema de saúde e a antibióticos, a frequência de febre reumática caiu drasticamente”, explica o otorrinolaringologista do Hospital de Clínicas da Unicamp, Arthur Castilho.

Barreira

A amígdala tem como função ser a primeira barreira do corpo contra micróbios agressores. No entanto, quando as amigdalites aparecem com muita frequência e não respondem ao tratamento clínico, o paciente recebe indicação médica para a retirada da glândula, que fica na região palatal, nos dois lados da garganta. “A cirurgia da remoção das amigdalas pode ser realizada em duas situações: obstrução das vias aéreas e infecções de repetição”, ressalta o médico Arthur Castilho.

De 2010 a 2014, o Sistema Único de Saúde realizou mais de 200 mil cirurgias de retirada de amigdala. O procedimento é feito na maioria das vezes acompanhado da retirada da adenoide, carne do nariz com textura esponjosa que tem função parecida com as amígdalas. Do total de amigdalectomia e adenoidectomia, 97% foram realizadas em jovens de 0 a 19 anos.

O consultor de eventos Diego Cardoso, de 29 anos, realizou há três anos a cirurgia de amigdalectomia e adenoidectomia. “Eu tinha amidalites praticamente três vezes ao ano. Eu tomava antibiótico, melhorava por um tempo e depois voltava com toda a força. Depois da cirurgia, eu nunca mais tive problemas de garganta”, conta.

Para evitar crises de amidalite, o paciente deve evitar contato com cigarro, ambientes com ventiladores e ar-condicionado, que ressecam as mucosas e diminuem a resistência das glândulas. Além de seguir corretamente o tempo de tratamento da doença, o paciente não deve se automedicar, o que evita o surgimento de bactérias mais resistentes. [33]



Médicos estrangeiros melhoram a vida de pequenas localidades pelo Brasil


Acompanhamos a recepção em 2013 e o dia a dia de trabalho um ano e meio depois. Em Serra do Ramalho, na Bahia, a prefeitura não economizou na propaganda quando os três primeiros médicos chegaram. Hoje são oito. Os médicos do programa recebem uma ...



Profissão Repórter mostra a rotina dos médicos estrangeiros no país


Já o repórter Victor Ferreira esteve em Serra do Ramalho, na Bahia, onde hoje trabalham oito médicos cubanos. A mortalidade infantil caiu 56% desde a vinda dos profissionais, mas ainda há complicadores como a falta de medicamentos. WalmartNotebook ...
Profissão Repórter encontra médicos estrangeiros que trabalham no Brasil O repórter Victor Ferreira esteve em Serra do Ramalho, na Bahia, onde hoje trabalham oito médicos cubanos. A mortalidade infantil caiu 56% desde a vinda dos médicos, mas ainda há complicadores. A população reclama da falta de medicamentos. Este ano ...
São Paulo derrota o Marília por 3 a 0 e reconhece que poderia ter feito mais Diante do Marília, o pior time do Campeonato Paulista ... e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho. MARÍLIA - Rodrigo; Gil Bahia (Rafael), Tiago Gomes, Marcus Vinícius (Tiago Elias) e Deca; Juninho Ortega, Boquita, Gilberto (Gadelha) e Vitor Cruz ...
'Dia Mundial da Água': A importância desse recurso escasso. Na Bahia foram alcançadas com as ações localidades de Malhada, Paratinga, Serra do Ramalho, Sítio do Mato, Bom Jesus da Lapa, Abaré, Curaçá, Glória e Juazeiro. Em Minas Gerais os benefícios chegaram a Morada Nova, Iguatama, Luz e Japaraíba.
Falta de remédio em Serra do Ramalho é destaque no Profissão Repórter da Rede Globo Na noite da última terça-feira, 31 de março, o programa Profissão Repórter da Rede Globo, retornou ao município de Serra do Ramalho no Oeste da Bahia, um ano e meio após a vinda dos primeiros médico…

Como está a situação dos motoristas bêbados em SERRA DO RAMALHO?

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) mostra que aproximadamente um quarto dos brasileiros que dirige insiste em desobedecer à lei e colocar a vida em risco.

Segundo o levantamento, 24,3% dos motoristas afirmam que assumem a direção do veículo após ter consumido bebida alcoólica. No Brasil, a violência no trânsito é uma das principais causas de mortes. Em 2014, foram registradas 172.780 mil internações relacionadas a acidentes de trânsito.

O comerciante Francisco de Assis Pinheiro, 38 anos, natural do Rio de Janeiro, faz parte dessa estatística. Ele sofreu um grave acidente quando voltava de uma festa após ter bebido álcool. “Não andei nem 300 metros e em uma curva bati em outro carro. Eu estava sem cinto, fraturei o osso da região da bacia e estou sem andar. Aprendi a lição. Não se deve beber e dirigir”, lembra o comerciante.

E quanto maior o consumo, maior os riscos. O brasileiro, segundo a pesquisa, costuma exagerar. Do total de entrevistados, 13,7% bebeu álcool de forma abusiva nos últimos 30 dias, o que representa a ingestão de quatro ou mais doses para mulheres ou cinco ou mais doses para homens em uma única ocasião.

Entre os homens o índice chega a 21,6%, enquanto essa proporção no público feminino foi de 6,6%. A PNS foi realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), no período de julho de 2013 a fevereiro de 2014.

Entre 2010 e 2013, ocorreram mais de 313 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS) decorrentes do alcoolismo. São gastos, em média, cerca de R$ 60 milhões por ano com pessoas dependentes do álcool.

Efeitos

O álcool é uma droga psicotrópica que atua no sistema nervoso central, podendo causar dependência e mudança no comportamento. O álcool consumido de forma abusiva pode causar malefícios à saúde, como por exemplo, doenças cardiovasculares, câncer, além dos graves acidentes de trânsito.

Adolescentes conseguem comprar álcool

A incidência de consumo de bebidas alcoólicas entre os jovens é outra preocupação do Ministério da Saúde. Com o período do Carnaval, os jovens em busca de diversão podem ignorar os malefícios do álcool e beber intensivamente durante os dias de folia.

A partir da iniciação, o adolescente se torna mais vulnerável à repetição deste hábito.“Crianças e adolescentes não devem em hipótese alguma fazer o uso de álcool. O consumo afeta a maturidade cerebral, o aprendizado, a memória e pode prejudicar seriamente o desenvolvimento dos jovens”, ressalta Deborah Malta.

Os dados alertam para a forma como esses jovens têm acesso ao uso das bebidas. Apesar da venda proibida em todo o país para quem tem menos de 18 anos, a pesquisa mostra que um em cada cinco (21,9%) adolescentes consegue comprar álcool por conta própria.

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, a prática é crime e o comerciante que for pego vendendo a bebida pode ser punido. No entanto, o estudo revela que parte dos adolescentes (10 a 12%) consegue a bebida no ambiente doméstico e na companhia de parentes. [23]


Veja o aumento dos remédios autorizado por Dilma em SERRA DO RAMALHO.

O ajuste anual médio do preço máximo dos medicamentos foi fixado em 6% para este ano, de acordo com a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (CMED).

O índice se mantém abaixo da inflação dos últimos 12 meses, cujo IPCA acumulado de março de 2014 até fevereiro de 2015 foi de 7,7%. Para a fixação do valor são seguidos critérios técnicos definidos na Lei Federal 10.742/2003, que consideram a produtividade da indústria, a variação de custos dos insumos e a concorrência dentro do setor, além da inflação do período. O reajuste passa a valer a partir desta terça-feira (31), data da sua publicação no Diário Oficial da União.

A regulação atinge 9.120 medicamentos e varia de acordo com níveis de concorrência. Neste ano, a maior parte (50,18%) dos produtos teve o menor percentual de ajuste, de 5%. Fazem parte desse grupo medicamentos de alta tecnologia e de maior custo, como a ritalina (tratamento do déficit de atenção e hiperatividade) e a stelara (psoríase). Esse grupo é considerado de menor concorrência, pois compõem mercado altamente concentrado.

Os medicamentos da categoria dois, referentes a mercados moderadamente concentrados (25,37% do total), sofrerão aumento máximo, autorizado pelo governo federal, de até 6,35%. Entre eles, estão lidocaína amoxicilina (antibiótico para infecções urinárias e respiratórias) e imipenem (antibiótico). Já o grupo um, de maior concorrência e que tende à manutenção de preços mais baixos (24,45% do total), terá o maior ajuste, que pode chegar ao teto de 7,7%. Dentre estes medicamentos, estão o omeprazol (tratamento de gastrite e úlcera) e a risperidona (antipsicótico).

O secretario-executivo da CMED, Leandro Safatle, esclarece que a resolução define o limite de aumento autorizado pelo governo, o que não significa que, na prática, o consumidor sentirá esse acréscimo, devido à concorrência entre empresas e descontos oferecidos.

Em fevereiro deste ano, o Ministério da Saúde, juntamente com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), anunciou a definição de novos critérios para melhor adequar o índice à realidade do mercado farmacêutico, tendo como um dos principais impactos a redução do rol de medicamentos sujeitos ao maior reajuste de preço, diminuindo o peso no bolso do consumidor. O atual índice de reajuste já reflete essas mudanças.

A medida possibilitou chegar a um menor percentual de aumento em relação ao formato anterior, reduzindo os custos para o mercado farmacêutico do País, para as famílias, governos e prestadores de serviços que compram medicamento. “A nova metodologia trouxe maior precisão à realidade do mercado, dando transparência ao processo e previsibilidade ao setor.”, informa Jarbas Barbosa, secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde.

Política de Preço

As mudanças apresentada em fevereiro incluíram sugestões da consulta pública realizada pela CMED em 2014, com a participação de entidades que representam mais de 150 indústrias farmacêuticas. Os três níveis de reajuste de preço foram definidos conforme a concorrência dos grupos de mercados, classificados como não concentrados, moderadamente concentrados e altamente concentrados.

A ampliação do grupo autorizado a fazer o menor reajuste de preço ocorre porque o novo cálculo adota modelo internacional para a medição do poder de mercado inpidual de empresas ou grupos econômicos, o Índice Herfindahl-Hirschman (IHH). Também foi considerado o mercado como um todo, não somente o varejista; pela primeira vez foram incluídas as vendas hospitalares e compras públicas.

Cada um dos fatores que compõem a fórmula, como produtividade (x), os ajustes de preços relativos entre setores (y) e intrassetor (Z), terá uma data para serem publicados pela CMED. O fator X deve ser pulgado em setembro, o Y 30 dias antes do ajuste e o Z até 60 dias após as empresas entregarem seus relatórios de comercialização com informações sobre faturamento e quantidade de produtos vendidos.

Maior acompanhamento do mercado

Juntamente com as mudanças nos critérios de ajuste de preços da CMED, o Ministério da Saúde apresentou novidades relacionadas ao Sistema de Acompanhamento do Mercado de Medicamentos (Sammed), que passam a vigorar para o setor farmacêutico a partir de setembro de 2015.

Agora, as informações que compõem esse banco de dados deverão ser enviadas pelas empresas semestralmente ao invés de uma vez ao ano, permitindo melhor acompanhamento do mercado farmacêutico.

Outra novidade é que a Sammed trará informações de comercialização das empresas produtoras de medicamentos por tipo de comprador. Será possível identificar se o comprador do medicamento é o governo, distribuidor, estabelecimento privado ou público de saúde, rede de farmácias e drogarias privadas ou pessoa física. A CMED é um órgão interministerial que tem entre as suas principais atribuições regular o mercado de medicamentos. Destaca-se a fixação do índice de ajuste do preço de fábrica anualmente, com base em critérios técnicos definidos na Lei Federal 10.742 de 2003.

[1]

*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de SERRA DO RAMALHO BA. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, SERRA DO RAMALHO BA, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos, NEWS LATEST LOCAL NEWSPAPPER.